quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Como se tornar sócio da ABE

Prezados Ecólogos e futuros ecólogos,

Abaixo segue o link para cadastro como Sócio Efetivo ou Sócio Graduando na Associação Brasileira de Ecólogos (ABE):

Ressaltamos que seu cadastro (ou recadastro) apenas será efetivado após envio do comprovante de depósito para o email: ecologosabe@gmail.com

Favor utilizar como assunto: Anuidade 2017
Valor das anuidades:
Sócio Efetivo:
R$ 70,00 para depósitos até 15/03/2017
R$ 100,00 para depósitos após 15/03/2017.
Sócio Estudante:
R$ 23,35 para depósitos até 15/03/2017
R$ 33,35 para depósitos após 15/03/2017.

Reforçamos que sua adesão e participação são de suma importância para que a nossa gestão consiga atuar da melhor maneira possível no apoio e na luta pela nossa classe.

Obrigada!

Diretoria da ABE - Associação Brasileira de Ecólogos

Informe ABE

Caros ecólogos,

Como afirmamos na nossa primeira mensagem como representantes, queremos muito fazer uma gestão bem próxima dos ecólogos!

Por isso, vamos buscar manter todos vocês informados do que estamos fazendo e onde estamos precisando da ajuda de vocês.

Na última quinta-feira (02/02/2017) tivemos uma reunião para discutir nosso Plano de Gestão e coloco abaixo as principais atualizações:

- Regularização da ABE: estamos fazendo os registros de atas de eleição e mudança de sede juntos aos cartórios de Rio Claro e captando informações junto aos bancos para depois do cartório, regularizar nossa conta.

- Plano de Gestão 2017-2018: estamos trabalhando em 4 frentes: plano estratégico, financeiro, comunicação e regulamentação do ecólogo.


Em março, na nossa assembleia ordinária (a data será divulgada em breve), vamos apresentar este plano para vocês!


Reforço que suas ideias e sugestões são super bem vindas!


Muito obrigada e seguimos juntos!!!


Diretoria da ABE
Associação Brasileira de Ecólogos
Página oficial no facebook: www.facebook.com/ABEecologos

Mensagem da Diretoria da ABE 2017-2019

Caros ecólogos,
Conforme informado através desta lista e das redes sociais da ABE e dos ecólogos, foi realizada a Assembleia Geral Extraordinária da ABE no dia 17/01/2017 no Depto de Ecologia da Unesp de Rio Claro com transmissão online ao vivo. Para quem participou, muito obrigado! Para quem perdeu, aqui um resumo e logo logo a ata será enviada.
Em resumo, elegemos a Chapa 1 para Diretoria Executiva e Conselho Fiscal com 100% dos votos e discutimos e aprovamos algumas alterações feitas no estatuto.
Como nova diretoria, sabemos o desafio que nos espera. Mas, ainda assim, recebemos 66 votos e ótimas sugestões para a nova gestão. Acreditamos que, com esforço coletivo, é possível fortalecer a ABE e os ecólogos, entre a gente e para o mundo. Então, contamos muito com vocês, suas sugestões, suas ações, seu apoio!
Em março, teremos uma assembleia geral ordinária, onde vamos apresentar o andamento das nossas ações (principalmente de regularização da situação da ABE no cartório e no banco) e o nosso plano de gestão 2017-2019. Vamos continuar com as transmissões online, para permitir que quem está longe participe. É muito importante que vocês participem, comentem, critiquem, sugiram e se voluntariem. Nós, ecólogos, ainda somos um grupo pequeno de profissionais, todo mundo se conhece, é mais fácil se unir. Precisamos usar isso a nosso favor, então, cheguem junto!
Quem tiver novas sugestões para nossa gestão, por favor, mandem pra gente!
ecologosabe@gmail.com

Muito obrigado :-)

Chapa 1

Presidente: Jane Siqueira Lino
Vice-presidente: Ricardo Siqueira Bovendorp
Secretária: Izabel Book de Garcia
Vice-secretária: Lucía Valverde Cabrera Martinez
Tesoureira: Meire Mateus de Lima
Vice-tesoureira: Paola M. Tokumoto

Conselho Fiscal:
Rafael Souza Cruz Alves
Helio H. Checon
Murillo G. Mello
Pedro Henrique Miguel
Peterson Campos
Marcel Godoy

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Assembleia Geral Extraordinária - Eleição Chapa 2017-2019

A Assembleia Geral Extraordinária para a eleição da nova diretoria da ABE e revisão do Estatuto ocorrerá na próxima terça-feira (17/01/2017), às 20h (horário de Brasília), na sala 15 do Instituto de Biociências (IB) da Unesp, Campus de Rio Claro (é a sala ao lado do Saepe). Como sabemos da dificuldade de todos se deslocarem para um único lugar, faremos a transmissão online, o endereço será encaminhado em breve.

Este ano, como nos anteriores, tivemos apenas uma chapa inscrita, seguem os nomes:

Presidente: Jane Siqueira Lino (Unesp -2004)
Vice-presidente: Ricardo Siqueira Bovendorp (Unesp – 2002)
Secretária: Izabel Boock de Garcia (Unesp – 1998)
Vice-secretária: Lucía Velarde Cabrera Martinez (Unesp – 2008)
Tesoureira: Meire Mateus de Lima (Unesp – 2004)
Vice-tesoureira: Paola M. Tokumoto (Unesp – 2008)

Conselho Fiscal:
Titular 1: Rafael Souza (Unesp – 2009)
Titular 2: Hélio H. Checon (Unesp – 2005)
Titular 3: Murilo G. Mello (Unesp – 1993)
Suplente 1: Pedro Henrique Miguel (Unesp – 2011)
Suplente 2: Peterson Campos (Unesp – 2008)
Suplente 3: Marcel Godoy (Unesp – 1995)

Para facilitar a votação, ela ocorrerá via formulário eletrônico, pelo link:
https://drive.google.com/open?id=1duPtYtRBSvIXaerl8fRAwxsDFuk9O5yXhfFo558FdyY e estarão abertas a partir deste momento (13/01/2017 – 23 h) até o dia 17/01/2017, a ser encerrada durante a Assembleia.

Ressaltamos que, como tirado na última Assembleia, devido a irregularidade das associações atual, todos poderão votar (graduandos e graduados)!

Contamos com a presença e participação de todos para fortalecermos a nossa associação e a nossa profissão!

Abraços!


Administrador provisório ABE

quarta-feira, 8 de julho de 2015

Nova Diretoria Assume a Gestão da ABE

Foi realizada, no dia 22 de junho, a Assembleia Geral Extraordinária da Associação Brasileira dos Ecólogos, com objetivo de realizar a eleição da Diretoria para o biênio 2015 a 2017, tendo sido eleita por unanimidade a Chapa composta pelos Ecólogos:

Diretoria


Marcelo Dutra da Silva - Presidência - UCPel

Izabel Boock de Garcia - Vice-Presidência - UNESP
José Guedes - 1º Secretário - UFRN
Murilo Gambato de Mello - 2º Secretário - UNESP
Edweslley de Moura - 1º Tesoureiro - UFRN
Marco Aurelio Facuri Santos - 2º Tesoureiro - UNESP

Conselho Fiscal


Ana Claudia Alves Diniz - UNESP

Gustavo Ganzaroli Mahé - UNIBH
Olavo Nardy - UNESP
Peterson Campos - UNESP
Rafael Souza Cruz Alves - UNESP
Rogerio Garcia Machado - UNESP

Estamos nos organizando para atender da melhor forma possível as demandas dos Associados e manter os canais de comunicação - Blog, Facebook - atualizados. Não deixem de conferir nossas páginas!


Diretoria da ABE - Gestão 2015-2017 

sexta-feira, 27 de junho de 2014

Divulgando!!


XXXII Encontro Anual de Etologia e V Simpósio Latino-americano de Etologia será realizado em Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil, entre os dias 18 e 21 de novembro de 2014.
Sob o título Sentindo o Futuro serão abordados tópicos com grande relevância atual, entre eles a Integração da Etologia com a Conservação da Biodiversidade, a Ecologia Sensorial e a Ecofisiologia Animal.
Para maiorese informações, acesse: 
http://www.etologiabrasil.org.br/xxxiieae/


quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Atualização cadastral e pagamento anuidade

Caro Associado,


Neste momento delicado de aprovação do nosso PL, a ABE necessita de estrutura financeira para melhorar o apoio às articulações efetuadas por todos nós.

Desta forma, solicitamos que você responda ao email enviado pela diretoria , devolvendo a Ficha de Inscrição que está em anexo preenchida para atualizarmos seus dados cadastrais e verificarmos se você possui alguma pendência como associado. 
Se você ainda não é associado, esta é uma ótima oportunidade para associar-se! 

O valor da anuidade continua o mesmo: R$ 50,00 (cinquenta reais) e estamos abertos à negociação, caso não seja possível efetuar o depósito no valor total.

Lembramos que a ABE é, por enquanto, a única entidade que representa legalmente nossa classe profissional.
O seu compromisso como associado reflete em uma melhor atuação, mais abrangente e mais estruturada.

Estamos sempre à disposição! Aguardamos seu retorno!

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Olá Ecólogos!

Venho, em nome da Diretoria da atual gestão da ABE informar como está a tramitação do nosso PL e qual o plano de ação a ser seguindo, a fim de obtermos a aprovação do Projeto de Lei para a Regulamentação da Profissão de Ecólogo.
Vamos aos pontos:
1) PL Aprovado em todas as comissões na Câmara - OK! Excelente!
2) PL está no Senado e vai passar por algumas Comissões - Na experiência do PL antigo, enquanto demorou mais de 2 anos na Câmara, no Senado o processo demorou não mais que 4 meses.
3) Precisamos fazer algum tipo de manifestação, no momento? Nenhuma, e vou explicar o porquê.

Baseado em parecer do Ministério do Trabalho (MT), que auxiliou o veto presidencial do último PL, temos que conversar com o MT, mais especificamente com o pessoal da Jurídica do MT, para entender se há algo a mais a ser colocado no PL e evitar vetos futuros. Caso sejam sugeridas alterações e estas não sejam incluídas, o PL é aprovado no Senado, volta para a Câmara e parte para a presidência, com risco de ser vetado novamente.

Ou seja, este é o momento para que possamos alterar algo no PL (por sugestão do MT) e temos Suplicy e Thame, sempre se mostrando solícitos, e que podem nos ajudar.

4) O que fazer neste momento?
Estamos organizando um Dossiê para uma reunião com a Jurídica do MT que terá:
a)Editais e pareceres de entrada de ecólogos nos concursos (de 2008 até hoje). Editais recém abertos também serão muito importantes.
b) Localização e atuação dos ecólogos (governo, empresas privadas, ongs, outros)
c) Cursos de graduação em Ecologia (grades curriculares, cursos, formados...)
d)Pareceres do CONJUR-MT, CCJ, etc...
e) Apoio do CFBIO (ofício ou presença em reunião)

Teremos que pedir para "segurar" o PL no Senado, até nossa reunião, para saber se precisaremos alterar algo. NÃO É HORA DE PRESSIONAR NINGUÉM!!!!

5) Quer ajudar, neste momento?
- Se associe, pague a anuidade (para os formados), pois poderemos precisar de recursos para documentação, contatos e deslocamentos para reuniões.

- Articule os itens do Dossiê e encaminhe via email para: ecologosabe@gmail.com ou alessandra.gomes@inpe.br

6) E por último, quero avisar: A Gestão ABE 2011-2013 acaba em setembro/2013, mas estamos querendo finalizar estas ações até o final do ano, e deixar a casa arrumada para a próxima chapa. Esta é também a hora de articulações no sentido de nos substituir e continuar as ações.

Então, se quer contribuir, se mexa, se articule, se voluntarie e participe. Entre em contato conosco que estamos criando diferentes grupos de trabalho para cada item do dossiê. Indique em qual dos itens quer ou pode colaborar!! Estamos fazendo um trabalho de bastidor e com muita articulação!

Quero deixar claro que este é apenas informativo. Minha intenção é angariar pessoas e não discussões de qualquer teor. Os fatos estão expostos e as ações da ABE estão indo em um sentido lógico, baseado em experiências de pessoas que trabalharam muito na tentativa de aprovação do último PL e com consistência técnica e jurídica. Este momento é muito importante!!!


Abs,
Alessandra Gomes 
Presidente da ABE

terça-feira, 17 de setembro de 2013

11/09/2013

Câmara aprova regulamentação da profissão de ecólogo

Entre outras atribuições, o ecólogo é responsável por elaborar estudos de licenciamento ambiental e recuperação de ecossistemas.
A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aprovou nesta quarta-feira (11), emcaráter conclusivo, proposta que regulamenta o exercício da profissão de ecólogo. O projeto seguirá para o Senado.
O texto aprovado foi o substitutivo da Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público ao Projeto de Lei 3809/08, do deputado Antonio Carlos Mendes Thame (PSDB-SP). A proposta exige que os profissionais tenham formação em curso superior de Ecologia.
Conforme o texto, o diploma deverá ser exigido pelas autoridades federais, estaduais, municipais e particulares para a realização de contratos, inscrição em concursos e assinatura de termos de posse.
O substitutivo relaciona sete atribuições para o ecólogo, sem prejuízo do exercício das mesmas atividades por outros profissionais. Entre essas funções estão: elaborar e coordenar estudos, projetos, programas e pesquisas com vistas à preservação, conservação, manejo, reabilitação e recuperação de ecossistemas e unidades de conservação; realizar diagnóstico e monitoramento ambiental; além de estudos para licenciamento ambiental.
Pelo texto aprovado, o ecólogo também poderá exercer o magistério em Ecologia e áreas correlatas; e prestar consultoria a empresas públicas e privadas.
Veto à regulamentação anterior
A regulamentação dessa profissão foi tema de outro projeto de Mendes Thame (PL 591/03), aprovado pelo Congresso e vetado integralmente em agosto de 2009 pelo então presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva. A medida foi criticada por representantes do setor.
No veto, Lula argumentou que o projeto não definia com exatidão o campo de atuação profissional específico do ecólogo, não previa as regras sobre a fiscalização da profissão nem estabelecia com precisão que os outros profissionais poderiam exercer as mesmas atribuições definidas para o ecólogo.

Íntegra da proposta:

Queridos Ecólogos!
Estamos novamente em um momento decisivo para a aprovação do PL que irá regulamentar nossa profissão.
Para tanto, a ABE está se articulando com seus contatos em Brasília a fim de trazer novas informações para todos!
Em breve, divulgaremos quais são os próximos passos e como cada ecólogo e futuro ecólogo poderá participar e contribuir!
Abraços!
Diretoria da ABE


terça-feira, 4 de junho de 2013

Assine a petição do Avaaz.org para regulamentação da profissão de Ecólogo


O Projeto de Lei nº 3809, de 2008 - PL 3809/08 dispõe sobre a regulamentação do exercício da profissão do ecólogo e já teve parecer do Relator Dep. André Moura, pela constitucionalidade, juridicidade e técnica legislativa deste e do substitutivo 2 da CTASP. Apesar da aceitação do mercado de trabalho, os ecólogos enfrentam barreiras significativas na atuação profissional por estarem impedidos de se registrar em um conselho de classe, exclusivo para profissões regulamentadas, impedindo assim a emissão de ARTs. Tal fato frequentemente exclui injustamente o ecólogo de uma série de oportunidades condizentes com seu perfil de formação, impedindo-o de atuar de modo pleno, o que representa sério prejuízo à toda classe profissional e à sociedade. Aprovar o PL 3809/2008 é fazer justiça a uma classe profissional séria e comprometida com o desenvolvimento do país, com mais de 35 anos de história. Basta clicar no seguinte endereço.

http://www.avaaz.org/po/petition/Regulamentacao_do_exercicio_da_profissao_de_Ecologo/?fMlzLeb&pv=2


Ecólogos lutam pelo exercício

regulamentado da profissão


 

Na próxima quarta-feira, junto com o Dia Mundial do Meio Ambiente, é também Dia Mundial da Ecologia. No Brasil, apesar de os Ecólogos - profissional com formação multidisciplinar reconhecida pelo MEC, com curso de graduação em Ecologia oferecido desde 1976 por 10 universidades – a regulamentação do exercício desta profissão ainda não existe, mesmo com mais de 4 mil alunos cursando a graduação no Brasil.
Apesar da aceitação do mercado de trabalho, os ecólogos enfrentam barreiras significativas na atuação profissional por estarem impedidos de se registrar em um conselho de classe, exclusivo para profissões regulamentadas. Tal fato frequentemente exclui injustamente o ecólogo de uma série de oportunidades condizentes com seu perfil de formação, impedindo-o de atuar de modo pleno, o que representa sério prejuízo a toda classe profissional e à sociedade.
Em função disso, eles estão em campanha para que o Projeto de Lei nº 3809, de 2008 - PL 3809/08, que dispõe sobre a regulamentação do exercício da profissão do ecólogo, seja aprovado. Ele já teve parecer do relator, o deputado André Moura, pela constitucionalidade, juridicidade e técnica legislativa deste e do substitutivo 2 da CTASP. Para tanto, há uma petição que pode ser assinada para pedir essa aprovação. Basta clicar no seguinte endereço.

quarta-feira, 29 de maio de 2013

Texto de solicitação da inclusão do PL 3809/08 no Ordem do Dia da CCJC

Prezado Sr. Dep. Décio Lima,

Venho por meio deste solicitar a inclusão do PL 3809/08 no Ordem do Dia da Comissão de Constituição e Justiça e Cidadania da Câmara dos Deputados -  CCJC.

O Projeto de Lei nº 3809, de 2008 - PL 3809/08 dispõe sobre a regulamentação do exercício da profissão do Ecólogo e já teve parecer do Relator Dep. André Moura, pela constitucionalidade, juridicidade e técnica legislativa deste e do substantivo 2 da CTASP. 

O curso de graduação em Ecologia é oferecido desde 1976 por 10 universidades no Brasil, entre públicas e privadas. Em nossa história, centenas de Ecólogos já foram formados e atuam de forma muito destacada no mercado de trabalho, tanto no setor público como privado. Neste momento, mais de 4.000 alunos cursam a graduação em Ecologia no Brasil.

Apesar da aceitação do mercado de trabalho, os Ecólogos enfrentam barreiras significativas na atuação profissional por estarem impedidos de registrar-se em um conselho de classe, exclusivo para profissões regulamentadas. Tal fato frequentemente exclui injustamente o Ecólogo de uma série de oportunidades condizentes com seu perfil de formação, impedindo-o de atuar de modo pleno, o que representa sério prejuízo à toda classe profissional e à sociedade.

Em sintonia com as demandas da regulamentação profissional, ressalta-se que as atribuições previstas para os Ecólogos poderão ser desempenhadas por outras formações correlatas, sendo que o presente PL não representa, absolutamente, um instrumento indesejado reserva de mercado.

Aprovar o PL 3809/2008 é fazer justiça a uma classe profissional séria e comprometida com o desenvolvimento do país, com mais de 35 anos de história.

Certo de vossa acolhida à nossa demanda, aproveito o ensejo para manifestar minhas saudações.

Assinatura



segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Guia de campo tipologias vegetais do Mato Grosso

Interessante: guia de campo com caracterização de tipologia vegetais de Mato Grosso.
http://www.sema.mt.gov.br/attachments/article/441/SEMA_Guia_de_Campo.pdf

Ecólogos entre as 30 novas carreiras promissoras no Brasil

Em novembro a revista Abril publicou uma lista das carreias promissoras no Brasil, onde os Ecólogos figuram na "seleta seleção". Na verdade aparece como "profissional de ecorrelações", mas podemos supor que somos nós (também). Sucesso a todos!
http://info.abril.com.br/noticias/carreira/30-novas-carreiras-promissoras-no-brasil.shtml

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Emissões de Gases de Efeitos Estufas do Estado de São Paulo


A Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB) recém publicou um material muito interessante para quem trabalha ou se interessa pela temática das mudanças climáticas. Trata-se do Relatório das Emissões do Setor de Uso da Terra, Mudança do Uso da Terra e Florestas para o Estado de São Paulo, de 2012.
O relatório é parte integrante 1º Inventário de Emissões Antrópicas de Gases de Efeitos Estufas Diretos e Indiretos do Estado de São Paulo.
O material está disponível para consulta e download no link: http://www.cetesb.sp.gov.br/inventario-gee-sp/inventario-esp/270-emissoes-do-uso-da-terra--mudanca-do-uso-da-terra-e-florestas.

terça-feira, 6 de novembro de 2012

Oportunidades de trabalho

Amigos, em breve iniciaremos uma nova coluna, de oportunidades de trabalho na área de ecologia. Aguardem.

Andamento da PL Ecólogos


Caros Ecólogos,
O projeto de lei que regulamenta o exercício da profissão de ecólogo (PL 3809/2008) deu mais um pequeno passo.
Após meses sem relator, no final do mês de outubro foi designado o Dep. André Moura, do PSC-SE para tocar a matéria. Um relator é condição sine qua non para o andamento de matérias parlamentares.
Podemos entrar em contato com ele e seus assessores e sensibilizá-los: dep.andremoura@camara.leg.br / (61) 3215-5846.
Quem quiser acompanhar a matéria pode se inscrever no site da Câmara para receber e-mails quando ocorre alguma movimentação. Não se preocupem, podem se inscrever sem medo, que não são tantos e-mails assim!
http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=406136
Quem se interessar em saber o que diz o nosso PL:
http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/prop_mostrarintegra;jsessionid=434BB447C8F9AD32D6A215FEC8B30088.node1?codteor=589960&filename=PL+3809/2008

sábado, 3 de novembro de 2012

Profissão Ecólogo: grandes possibilidades de atuação

“O ecólogo é generalista por natureza e por isso acaba escolhendo uma das áreas para se especializar. No entanto, a visão geral permite que consigamos conversar e entender o jargão de muitas áreas do conhecimento, sem muito esforço”, afirma Alessandra Rodrigues, presidente da ABE, no portal "Carreiras & Sucesso". 
Leita matéria completa no site: http://www.catho.com.br/carreira-sucesso/noticias/profissao-ecologo-grandes-possibilidades-de-atuacao

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Novidades!!

Olá pessoal!
Em breve, atualizações sobre nossa profissão: regulamentação, mercado de trabalho e outros.

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Projeto de Lei da regulamentação tramita na Câmara dos Deputados

O projeto de lei que regulamenta a profissão de Ecólogo deu mais um passo na Câmara dos Deputados. Nesta semana encerrou-se o prazo de proposição de emendas ao texto, não havendo sugestões de modificação.
O relator do projeto é o Dep. Federal Ricardo Tripoli (PSDB/SP). Agora o PL aguarda o parecer do relator para entrar na pauta de votação da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

ABE inicia processo de sucessão da Diretoria Executiva

A ABE inicia nesta semana o processo de sucessão de sua Diretoria Executiva, que deverá tomar posse dentro de 60 dias.
Os associados estão sendo convocados para uma Assembléia Geral Extraordinária para lançamento das eleições que definirá os novos diretores.

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Deputado Mendes Thame é reeleito na Câmara dos Deputados

O Deputado Federal Antonio Carlos Mendes Thame (PSDB/SP), propositor dos projetos de lei da regulamentação profissional do Ecólogo e da Anotação de Responsabilidade Técnica do Ecólogo, foi reeleito na Câmara dos Deputados pelo Estado de São Paulo nas Eleições 2010, somando 139.727 votos.
A ABE congratulou o deputado por meio de ofício e espera, que nesta próxima legislatura, possa ver aprovados os projetos de lei encaminhados e defendidos pelo deputado.
A reeleição do Dep. Mendes Thame é comemorada pelos Ecólogos, pois além de trabalhar pela regulamentação profissional, o deputado tem destacada atuação na defesa de projetos que envolvem a questão ambiental.

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Notícia da regulamentação é amplamente divulgada na internet

A notícia de que a regulamentação dos Ecólogos foi aprovada na CTASP repercutiu amplamente em diversos canais de notícias e opiniões na internet. Isso mostra que o tema é de interesse da sociedade e que a demanda pela regulamentação dos Ecólogos não é uma necessidade exclusiva dos profissionais graduados na área, mas também do país.
Abaixo a lista de alguns links sobre a notícia:

Blog do Trabalho (Ministério do Trabalho e Emprego):
http://blog.mte.gov.br/?cat=4 (Post de 07/07/2010)

Direito2:

Frente Parlamentar Ambientalista:

Portal Nacional do Direito do Trabalho:

JusBrasil:

Observatório Eco:

Envolverde - Revista Digital:

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Regulamentação dos Ecólogos é aprovada na Câmara dos Deputados

Foi aprovado por unanimidade na Comissão de Trabalho, de Administração e de Serviço Público o PL 3809/2008, que regulamenta a profissão de Ecólogo.
Agora o PL será encaminhado à Comissão de Constituição, Cidadania e Justiça (CCJC), onde continuará sua tramitação.
Parabéns a todos os Ecólogos e demais agentes que se empenharam na busca dessa aprovação.

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Regulamentação dos Ecólogos será votada no próximo dia 07 de julho

Após o cancelamento da última sessão da CTASP, no dia 30 de junho, o PL 3809/2008 está novamente na pauta da comissão para a próxima reunião do dia 07 de julho.
Embora a reunião vá acontecer já no período eleitoral, a expectativa é que haja quórum suficiente para apreciação da matéria e sequência da tramitação do PL.

sábado, 19 de junho de 2010

Regulamentação dos Ecólogos será votada no próximo dia 23 de junho na Câmara dos Deputados

O Projeto de Lei 3809/2008, que regulamenta o exercício do profissional Ecólogo, está na pauta de votação da Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público (CTASP), na próxima quarta-feira, dia 23 de junho. A sessão será realizada às 09:30 e o PL é o item 20 da pauta.
O PL recebeu parecer favorável na forma do substitutivo apresentado pela Deputada Federal Andreia Zito. O substitutivo contém um texto construído em parceria com o Deputado Federal Antonio Carlos Mendes Thame (propositor do PL), a Dep. Andreia Zito, a ABE e o Ministério do Trabalho e Emprego.
A ABE já está convocando os Ecólogos para uma mobilização e presença na reunião. Aqueles que não puderem comparecer estão sendo convidados a manifestar aos deputados da comissão o pedido de aprovação do PL.
Se aprovado, o PL será encaminhado à Comissão de Constituição, Cidadania e Justiça (CCJC) da Câmara.

Projeto que cria a ART para ecólogos é aprovada na Câmara dos Deputados

O Projeto de Lei 5246/2009, que regulamenta a Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) do Ecólogo, foi aprovado unanimemente na última reunião da Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público (CTASP), no dia 16 de junho, na Câmara dos Deputados. O projeto é de autoria do Deputado Federal Antonio Carlos Mendes Thame.
O projeto visa dar condições de pleno exercício profissional aos Ecólogos, que são impedidos de realizar tarefas que demandem o recolhimento da ART. Dessa forma, caso seja sancionado, o PL terá grande impacto na vida profissional dos Ecólogos.
Na próxima etapa, o PL será apreciado na Comissão de Constituição, Cidadania e Justiça (CCJC) da Câmara. Caso seja lá aprovado, será encaminhado ao Senado.

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Regulamentação dos Ecólogos tem parecer favorável na Câmara

O Projeto de Lei 3809/2008, de autoria do Deputado Antonio Carlos Mendes Thame, que regulamenta a profissão de Ecólogo, recebeu neste dia 15 de abril parecer favorável à aprovação de sua relatora Deputada Andreia Zito, na Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público (CTASP), da Câmara dos Deputados.
A relatora recomenda a aprovação na forma do substitutivo por ela proposto, em que a redação do PL foi aprimorada em parceria com a ABE, assessores do Deputado Mendes Thame e da Deputada Andreia Zito e técnicos do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). "O novo texto do PL corrige os problemas apontados pelo MTE no veto do PL antigo e está mais harmonizado à atuação profissional dos Ecólogos. Temos agora o compromisso do MTE de elaborar um parecer favorável à nossa regulamentação", esclarece Décio Luis Semensatto Junior, presidente da ABE.
A partir deste momento, os ecólogos deverão buscar a inclusão do PL na pauta de votação da CTASP e angariar o apoio dos deputados da comissão para aprovação.
O texto do substitutivo e o parecer da Dep. Andreia Zito podem ser acessados no site da Câmara dos Deputados (www2.camara.gov.br), no link "Projetos de Lei e Outras Proposições", bastando buscar pelo Projeto de Lei 3809, ano 2008. Os interessados também podem cadastrar rapidamente um endereço de e-mail para receber todas as atualizações relativas à tramitação do PL.

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Concursos para professor do curso de Ecologia da UFERSA

A Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA) está com as inscrições abertas até 24/04/2010 para concursos para professores efetivos nas mais diversas áreas, sendo que para o curso de graduação em Ecologia serão oito vagas a serem preenchidas:

1. Ecologia Comportamental e Ecofisiologia Animal;
2. Ecologia de Populações e Ecologia Numérica;
3. Biogeografia e Ecologia de Comunidades
4. Ecologia de Microorganismos, Microbiologia Geral;
5. Microbiologia para Ecólogos;
6. Ecologia Quantitativa I; Ecologia Quantitativa II;
7. Biofísica; Biofísica Ambiental; e
8. Geologia; Geomorfologia e Pedologia.

Maiores informações podem ser obtidas no site: http://www.ufersa.edu.br/concursos/indexredirect.asp?cppspage=101 (Edital 12/2010)


(Colaboração do Prof. Dr. Gustavo Henrique Gonzaga da Silva - Coordenador do Curso de Graduação em Ecologia da UFERSA)

UFERSA oferece graduação em Ecologia

O curso de graduação em Ecologia da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA - Mossoró/RN) tem como objetivo geral à formação de profissionais que sejam capazes de identificar, equacionar e solucionar problemas ambientais, gerando e aplicando conhecimentos científicos nas áreas de Ecologia de Populações, Ecologia de Comunidades, Ecologia de Ecossistemas, Manejo de Animais Silvestres, Ecologia Marinha, Paleoecologia, Limnologia, Biologia da Conservação, Agroecologia, Estudo de Impacto Ambiental, Métodos de Controle de Poluição, Recuperação de Ecossistemas Degradados e Auditoria Ambienta. De acordo com o criador do curso e atual coordenador, o Prof. Dr. Gustavo Henrique Gonzaga da Silva que é graduado em Ecologia pela UNESP - Rio Claro, o curso de Bacharelado em Ecologia da UFERSA possui quatro anos de duração e é o único com ênfase na compreensão dos ambientes aquáticos e terrestres do Semi-Árido nordestino. Além das atividades teóricas desenvolvidas em sala de aula, o aluno contará com atividades práticas realizadas em laboratórios e em excursões de campo aos diferentes ecossistemas da região. Informações mais detalhadas podem ser obtidas no endereço eletrônico:
http://www2.ufersa.edu.br/portal/cursos/graduacao/ecologia

(Colaboração do Prof. Dr. Gustavo Henrique Gonzaga da Silva - Coordenador do Curso de Graduação em Ecologia da UFERSA)

sábado, 6 de fevereiro de 2010

Profissão de Ecólogo é reconhecida como uma das seis mais requisitadas em 2010

Uma reportagem especial do jornal O Estado de São Paulo apontou a profissão de Ecólogo como uma das seis "mais quentes de 2010". A indicação é resultado de um levantamento do portal "Economia & Negócios" junto a cinco consultorias em RH.
Prova da ascensão da profissão é a criação do oitavo curso de graduação no Brasil, na Universidade Federal de Goiás (UFG), em Goiânia. Além disso, em concurso recente da Embrapa para pesquisador e analista foram destinadas 40 vagas para profissionais com formação em Ecologia.
Atualmente, as universidades oferecem 430 vagas em cursos de Ecologia nos seus vestibulares todos os anos, de acordo com o portal do MEC.